terça-feira, 17 de junho de 2008

Apeteceu-me

Estar na cama
Embrulhada num edredão
E ter frio

Dormir e
Sentir um abraço quente
A sonhar

Tantas noites frias
Tantos abraços sonhados

Tantas vezes quis
Ver-me nos teus olhos,
Sentir-me nos teus dedos
E não estavas…

Então,
Fui morrendo
De solidão
De abandono e
De tristeza.

1 comentário:

Divagando_Sempre disse...

Salta da cama, deixa o edredão...
ajuda a abandonar a tristeza e a solidão...
Procura o céu azul, o sol, o carinhos de que te ama, não te escondas!